Técnico Superior de Segurança no Trabalho, Nível 6

OBJETIVOS

No final da ação os formandos deverão ser capazes de:

  1. Colaborar na definição da política geral da empresa relativa à prevenção de riscos;

  2. Planear e implementar o correspondente sistema de gestão;

  3. Desenvolver processos de avaliação de riscos profissionais;

  4. Conceber, programar e desenvolver medidas de prevenção e de proteção;

  5. Coordenar tecnicamente as atividades de segurança e higiene no trabalho, assegurando o enquadramento e a orientação técnica dos profissionais da área da segurança e higiene no trabalho;

  6. Gerir o processo de utilização de recursos externos nas atividades de prevenção e de proteção;

  7. Assegurar a organização da documentação necessária à gestão da prevenção na empresa;

  8. Promover a informação e formação dos trabalhadores, e demais intervenientes nos locais de trabalho;

  9. Promover a integração da prevenção nos sistemas de comunicação da empresa, preparando e disponibilizando a necessária informação específica;

  10. Dinamizar processos de consulta e de participação dos trabalhadores;

  11. Desenvolver as relações da empresa com os diferentes organismos da rede de prevenção;

  12. Conhecer e aplicar o enquadramento legal existente no domínio da segurança ocupacional.

DESTINATÁRIOS

Quadros superiores que pretendam qualificação como técnicos superiores de ST.

PROGRAMA

GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES (30h)

NOÇÕES DE ESTATÍSTICA E FIABILIDADE (20h)

PSICOSSOCIOLOGIA DO TRABALHO (20h)

LEGISLAÇÃO, REGULAMENTOS E NORMAS SOBRE SEGURANÇA, SAÚDE NO TRABALHO (30h)

GESTÃO DA PREVENÇÃO (30h)

SEGURANÇA DO TRABALHO (70h)

ORGANIZAÇÃO DA EMERGÊNCIA (30h)

HIGIENE DO TRABALHO (70h)

ERGONOMIA (30h)

AVALIAÇÃO DE RISCOS PROFISSIONAIS (25h)

CONTROLO DE RISCOS PROFISSIONAIS (25h)

TÉCNICAS DE INFORMAÇÃO, DE COMUNICAÇÃO E DE NEGOCIAÇÃO (20h)

CONCEPÇÃO E GESTÃO DA FORMAÇÃO (20h)

TRABALHO PRÁTICO FINAL (120h)

Formação homologada pelo DL 110/2000 para acesso ao título profissional de Técnico Superior de Segurança no Trabalho

ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO

Formação b_Learning

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO

Avaliação contínua, através de indicadores como participação, interesse demonstrado, capacidade de aprendizagem. Provas e/ou trabalhos propostos pelo formador e realizados no decorrer da formação.

DATAS DA FORMAÇÃO

A iniciar em novembro de 2017 e a terminar (previsão) em fevereiro de 2019

CARGA HORÁRIA | HORÁRIO | LOCAL

CARGA HORÁRIA: 540 Horas - 304h presenciais - 116h à distância – 120h tutoria acompanhada

HORÁRIO - Sessões presenciais: 3ª Feira das 18:00 às 22:00

LOCAL – CATIM - Porto

PREÇO

980€ | Formação Isenta de IVA

Duração/Local: 
540 Horas | Porto
Data: 
Quarta, 1 Novembro, 2017 até Sexta, 1 Fevereiro, 2019

Missão

O CATIM, centro de apoio tecnológico à indústria metalomecânica é uma instituição privada de utilidade pública sem fins lucrativos, que resultou da associação de interesses, de empresas industriais e respectivas associações com organismos públicos.

Foi criado no âmbito do Decreto-Lei n.º 249/86 de 25 de Agosto, com as alterações que lhe foram introduzidas pelo D.L. 312/95 de 29 de Novembro e registado como Instituição de Utilidade Pública, conforme publicação no Diário da República n.º 15, II série de 87-01-19, na Conservatória do Registo Comercial do Porto, Matricula N.º 2, detentor do número de contribuinte n.º 501 630 473.

 A sua Missão é a de contribuir para a inovação e competitividade das indústrias nacionais da metalomecânica e sectores afins ou complementares.

 

 

Serviços

da indústria para a indústria

Catim