Ergonomia Aplicada - Ref.ª ERG

OBJETIVOS

No final da ação os formandos deverão ser capazes de:

1.     Reconhecer a importância da análise ergonómica dos postos de trabalho para a prevenção das lesões músculo-esqueléticas;

2.     Identificar a melhor metodologia para avaliação da tarefa;

3.     Aplicar metodologias de avaliação ergonómica;

4.     Identificar soluções para melhoria dos postos de trabalho;

5.     Compreender os benefícios das alterações propostas.

QUALIFICAÇÃO

A frequência com aproveitamento da ação de formação, confere a qualificação necessária para a manutenção do título profissional de Técnico e Técnico Superior de Segurança e Saúde no trabalho, nos termos previstos na Lei n.º 42/2012 de 28 de agosto.

DESTINATÁRIOS

Quadros médios e superiores com responsabilidade na área de manutenção, produção e gestão da segurança no trabalho.

PROGRAMA

O QUE É A ERGONOMIA

·         Conceitos básicos de ergonomia

·         Legislação e normalização aplicável

·         Principais condicionantes na execução das tarefas e soluções a implementar

·         Benefícios alcançados com a aplicação da ergonomia

ANTROPOMETRIA

·         Conceitos de antropometria

·         Uso de dados antropométricos

·         Estudo de casos com aplicação de conceitos e dados antropométricos

MÉTODOS DE AVALIAÇÃO ERGONÓMICA

·         Metodologias de avaliação ergonómica de Posturas e Movimentos: RULA, EWA e OWAS

·         Metodologias de avaliação ergonómica de Movimentação Manual de Cargas: NIOSH e MATERIAL MANUAL HANDLING

·         Aplicação dos métodos de avaliação ergonómica

Formação contínua de atualização científica e técnica prevista na Lei n.º 42/2012 para manutenção do título profissional de Técnico e Técnico Superior de Segurança no Trabalho.

Duração/Local: 
30 Horas | Porto
Horário: 
Laboral
Data: 
Terça, 2 Outubro, 2018 até Quinta, 11 Outubro, 2018

Missão

O CATIM, centro de apoio tecnológico à indústria metalomecânica é uma instituição privada de utilidade pública sem fins lucrativos, que resultou da associação de interesses, de empresas industriais e respectivas associações com organismos públicos.

Foi criado no âmbito do Decreto-Lei n.º 249/86 de 25 de Agosto, com as alterações que lhe foram introduzidas pelo D.L. 312/95 de 29 de Novembro e registado como Instituição de Utilidade Pública, conforme publicação no Diário da República n.º 15, II série de 87-01-19, na Conservatória do Registo Comercial do Porto, Matricula N.º 2, detentor do número de contribuinte n.º 501 630 473.

 A sua Missão é a de contribuir para a inovação e competitividade das indústrias nacionais da metalomecânica e sectores afins ou complementares.

 

 

Serviços

da indústria para a indústria

Catim